segunda-feira, 26 de março de 2018

DEZ PERGUNTAS A... LUIZ OTÁVIO OLIANI


Agradecemos ao autor LUIZ OTÁVIO OLIANI pela disponibilidade em responder ao nosso questionário

1 - Como se define enquanto autor e pessoa?

Enquanto pessoa, um ser simples. Já, enquanto autor,  deixo que meus leitores tirem as conclusões que lhes convier.

2 - O que o inspira?

A vida é a matéria-prima do escritor, por isso tudo pode inspirar, desde uma imagem na rua, a uma palavra, uma história contada por alguém...

3 - Existem tabus na sua escrita? Por quê?

A literatura é o espaço da transgressão, da ruptura. Logo, não há tema que não possa ser abordado, seja em prosa ou poesia. Agora, tudo depende da inteligência do escritor.

4 - Que importância dá às antologias e colectâneas?

Trata-se de livros da maior importância, já que aglutinam autores de diversas plagas, com estilos únicos e formas peculiares de expressão. Tais livros embasam um estudo crítico acerca da produção literária de uma época.

5 - Que impacto têm as redes sociais no seu percurso?

As redes sociais podem servir à popularização de um escritor. No meu caso, o meu Facebook literário tem este propósito: divulgar a literatura que produzo, inserindo-a num contexto global.

6 - Quais os pontos positivos e negativos do universo da escrita?

A comunicação imediata do autor com o leitor é um ponto positivo da escrita, afinal quem escreve deseja ser lido. Agora, quanto aos pontos negativos, há muitos que se atrelam a políticas editoriais de incentivo a best-sellers e autores já consagrados em detrimentos de autores novos. Há, também, uma dificuldade de divulgação das obras frente a uma postura escorchante em livrarias e a falta de um público leitor.

7 - O que acredita ser essencial na divulgação de um autor?

Um escritor tem de ter coragem. Precisa ler, estudar, escrever, reescrever, publicar e divulgar a própria obra.

8 - Quais os projectos para o futuro?

Muitos livros em andamento...

9 - Sugira um autor e um livro!

Cito um livro de poemas da escritora brasileira Alexandra Vieira de Almeida, “A serenidade do zero, São Paulo, Editora Penalux, 2017.

10 - Qual a pergunta que gostaria que lhe fizessem? E como responderia?

Gostaria de que me fizessem uma pergunta que pudesse ser respondida com um poema.

Acompanhem, curtam e divulguem esta e outros autores através deste link

4 comentários:

  1. Gostei da entrevista! Parabéns ao Autor!

    ResponderEliminar
  2. Bem direto e coerente como você é tanto como pessoa quanto como escritor.
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  3. Muito bem, prezado poeta! Sou fã de sua singular trajetória na poesia brasileira contemporânea. Abç! Tchello d'Barros

    ResponderEliminar
  4. Suas respostas concisas mostram o quanto o escritor Luiz Otávio Oliani é objetivo e perseverante na construção da sua obra. Parabéns!

    ResponderEliminar

Toca a falar disso